terça-feira, 21 de agosto de 2012

COMO MONTAR UM JARDIM DENTRO DE UM VIDRO

Recordando, o jardim dentro dos vidros chamamos de terrario ou terrarium. E sobre terrários ja falamos um pouco. Agora vamos aprender a montar um desses pequenos jardins dentro de um garrafão. Mas você pode usar as dicas para todo tipo de vidro e os que tem a abertura maior são ainda mais fáceis de fazer.
Antes de começar lembre que mesmo escolhendo espécies que não ganham tamanho, não se deve encher os vidros com muitas plantas, pois mesmo sendo de espécies pequenas, elas crescerão. Um garrafão ou um aquário grande abriga muito bem até seis tipos de plantas, já um vidro pequeno deve conter no máximo duas. Afinal quantidade não significa mais beleza, então sem exageros.

Como montar um terrario

Para montar e cuidar de um jardim num terrario, algumas ferramentas ajudam muito, especialmente quando os gargalos são estreitos e os vidros muito grandes. Então começamos organizando esses instrumentos.

A colher ou um garfo amarrado no espetinho são uma pá. Para comprimir a terra depois que plantar as mudas use uma rolha no espetinho. Um arame com a ponta encurvada ajuda a introduzir as mudas no lugar certo. A gilete e a agulha presas no espetinho com arame, ajudam a cortar e retirar do vidro as folhas murchas. E se for preciso limpar o vidro por dentro ou as folhas das plantas, use a esponja e o pincel, presos também no espetinho. Dois palitos de madeira ajudam a manipular as mudas e a ajeitar dentro do vidro. E agora vamos ver isso na prática.
Para garantir a saúde do seu terrário comece lavando muito bem o vidro com detergente e enxaguando com água e desinfetante. Isso mata algum fungo que possa estar presente no vidro. Enxágue e deixe secar.



Usando um funil de papel firme, derrame uma camada de 2 a 5 cm de cascalho no fundo do vidro. Cubra o cascalho com carvão de lenha para o composto não ficar ácido. Depois coloque uma camada entre 8 a 13 cm de composto. Decida a posição das plantas e com a colher abra um furo para cada uma. Usando o arame de ponta curva coloque a primeira muda.

  1. O composto de turfa é o indicado para os terrários e deve estar bem seco no momento da montagem para não grudar no vidro.
  2. Mudas altas devem ficar no centro do garrafão, mas comece a plantar as mudas pelas bordas, para ficar mais fácil.
  3. Se a sua muda tem uma estrutura de folhas abertas, enrole-a num papel para introduzir no garrafão sem machucá-la.



Com as duas hastes de madeira retire o papel e endireite delicadamente a muda colocando as raízes no buraco que você abriu. Com o espetinho de rolha, comprima o composto em torno das raízes.



Continue plantando suas mudas repetindo os cuidados. Vá observando a composição do conjunto enquanto planta. Quando terminar regue o composto levemente com ajuda de um vaporizador e feche a garrafa.

Se a água começar a condensar demais nas paredes do vidro, destampe por um dia para que a água evapore. E se, ao contrário, não houver nenhuma condensação, significa que você economizou demais na água. Abra o garrafão e vaporize novamente.
Depois de algum tempo você terá um jardim tropical rico de detalhes. Se as plantas cresceram demais, troque-as para que o conjunto continue com a harmonia de um pequeno jardim.
Aí pessoal, entendam que essas dicas são para o terrário mais complicado, que é o de boca mais estreita. Se você usar um vidro de aquário, ou até um vidro de geléia de tampa aberta, tudo isso fica bem mais simples. A única coisa que muda é a observação sobre a umidade do composto. Escolhendo terrários abertos, você ainda pode inserir pedriscos e outros detalhes bacanas em sua composição.


Nenhum comentário:

Postar um comentário