quarta-feira, 21 de outubro de 2015

GARRAFA DECORATIVA COM TINTA ESMALTE SINTÉTICO


Esta é uma técnica que circula bastante na internet. Não sei quem começou ou a inventou, só sei que cada pessoa tem o seu toque especial.


O efeito fica bem interessante por manter o brilho natural do vidro. Toda a pintura é feita na parte interna da garrafa.


A técnica é bem fácil, mas requer um pouco de paciência. Separe um espaço para a bagunça. Além de garrafas e potes junte jornal. A tinta irá escorrer e a sujeira é certa. Mas, o resultado final compensa a trabalheira e bagunça.
MATERIAL NECESSÁRIO:
  • garrafa de vidro transparente sem rótulo, lavada e seca
  • tinta esmalte nas cores vermelha e amarela (ou outras de sua preferência)
  • solvente ou querosene ou thinner ou acetona ou aguarrás
  • jornal e panos de limpeza
  • recipiente para colocar a tinta e/ou pinceis largos
  • luva de plástico ou silicone
  • álcool líquido
  • recipiente e pano para limpar pinceis em caso de uso
PASSO-A-PASSO:
A) GARRAFA COM UMA ÚNICA COR:
  1. Retire o rótulo e lave bem a garrafa por dentro e por fora. Se sentir necessidade de usar sabão, enxague bem. Escorra e deixe secar de cabeça para baixo. Não seque com pano ou papel toalha para evitar fiapos. 

Coloque uma pequena quantidade de álcool dentro da garrafa e balance bem. Escorra e espere que todo o álcool residual evapore. Com um paninho de limpeza passe álcool na parte externa da garrafa. Dica: Eu usei álcool absoluto, mas pode ser usado o diluído. Só não use o álcool gel. O álcool absoluto não é encontrado em supermercados e sim em farmácias.



Coloque a cor escolhida em um recipiente ou copo. 


  1. Despeje a tinta dentro da garrafa. Não exagere. Também procure usar a tinta sem diluí-la para uma melhor cobertura. Se sua tinta estiver muito grossa use uma pequena quantidade de solvente para diluí-la. Cuidado para não deixá-la muito rala.
  2. Rode a garrafa movimentando a tinta até cobrir toda superfície interna. 

Vire a garrafa sobre um copo e deixe escorrer o excesso de tinta.
  1. Após ter escorrido o excesso de tinta, deixe a garrafa de ponta cabeça (cabeça para baixo) sobre um jornal para escorrer bem. Mude a posição da garrafa de tempo em tempo.


  1. Quando parar de escorrer. Vire a garrafa para a posição normal e verifique se há falhas na pintura. Se houver repita a operação depois de bem seca.
  2. Espere secar bem. Demora bastante, tenha paciência. Dica: como a pintura é na parte interna da garrafa, o processo de secagem total pode variar de 2 a 4 dias. O tempo irá depender do clima (temperatura e umidade do ar) de sua região.
  3. Umedeça o paninho de limpeza no solvente e limpe a tinta que escorreu no lado de fora da garrafa. Limpe a borda do gargalo para ficar com um bom acabamento.
  4. Faça outras garrafas de cores e tamanhos diferentes. 

B) GARRAFA COM MAIS DE UMA COR:
  1. Retire o rótulo e lave bem a garrafa por dentro e por fora. Escorra e deixe secar bem. Não seque com pano para evitar fiapos.
  2. Coloque uma pequena quantidade de álcool dentro da garrafa e balance bem. Escorra e espere que todo o álcool residual evapore.
  3. Coloque a cor escolhida em um recipiente com bico. Dica: eu usei um frasco de pintura de cabelo que lavei bastante e deixei secar.

Despeje a tinta dentro da garrafa de maneira a escorrer deixando falhas sem tinta. Não coloque muita tinta. Deixe escorrer lentamente.



Vire a garrafa de ponta cabeça com cuidado para que a tinta não cubra toda a área interna da garrafa. Deixe escorrer o excesso de tinta sobre jornal.


Depois que tiver escorrido o excesso da tinta, deixe a garrafa virada para baixo sobre jornal. Mude a posição de tempo em tempo para evitar acúmulo de tinta no gargalo da garrafa.


Vire a garrafa e espere a primeira cor secar bem. Hora de dar uma longa pausa no artesanato e ir fazer outra coisa. A secagem completa é importante para a segunda cor não se misturar com a primeira.


Coloque a tinta esmalte vermelha na garrafa. Use um pincel ou um recipiente com bico. Eu usei um pincel.



  1. Rode a garrafa até que a tinta cubra toda a superfície interna. Se necessário rode mais de uma vez a garrafa. Procure cobrir toda a área interna da garrafa.
  2. Vire a garrafa sobre um copo e deixe escorrer o excesso de tinta.
  3. Deixe a garrafa de ponta cabeça (cabeça para baixo) sobre um jornal para escorrer bem. Mude a posição da garrafa de tempo em tempo. Dica: este cuidado é importante para evitar que a tinta se acumule no fundo, formando sombras que irão comprometer todo o trabalho. A camada de tinta na garrafa fica bem fina. Coloque a garrafa contra algum ponto de luz e observe se escorreu toda ou se precisa de nova camada. Pode ocorrer que algum ponto tenha ficado sem tinta sendo necessária nova camada.



Com um paninho umedecido no solvente limpe o lado externo da garrafa. Impossível não fazer sujeira. 



Outra forma é colocar duas ou mais cores ao mesmo tempo e ir rodando a garrafa para mesclar as cores sem misturá-las totalmente. Eu tentei com o vermelho e amarelo, mas achei mais difícil do que imaginei. O vermelho sobressaiu e o efeito não ficou como eu queria. Ficou mais para vermelho alaranjado do que mesclado. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs. Acho que tenho de treinar mais ou quem sabe brincar mais com a tinta e ver o que dá.

Com relação a esta técnica acho importante algumas observações:
  • A tinta não faz uma cobertura fechada do vidro. Ficam algumas falhas que precisam ser reparadas. Eu precisei usar 3 camadas de tinta, intercalando secagem entre elas, para ficar com uma boa cobertura. Caso você for usar duas cores para pintar o interior da garrafa, eu sugiro que comece com a cor mais escura e faça apenas uma camada com ela. Na minha garrafa amarela e vermelha eu comecei com a cor mais clara e foi difícil cobrir as falhas sem colorir toda a superfície interna da garrafa.
  • Esta técnica requer espaço e tempo para que a secagem total seja concluída e faz muita sujeira. Troque os jornais sempre que for necessário. Use luvas. Caso suje suas mãos, use removedor de unhas para limpá-las. É menos agressivo do que os solventes usados para a tinta. 



Compense o trabalho e o tempo de secagem fazendo várias garrafas ao mesmo tempo. 



  • Escolha um local arejado para trabalhar. As tintas sintéticas ou à base de óleo possuem um cheiro bem ativo.
  • Como a pintura é no interior da garrafa, a primeira camada de tinta é a que irá destacar. Não use primer. Como o primer não é translúcido ele irá prejudicar o efeito final da pintura.
  • Estas garrafas são apenas decorativas. Não devem ser usadas para colocar líquido de consumo humano ou animal. Como todo o trabalho é na parte interna da garrafa, esta NÃO poderá ser usada para colocação de alimentos líquidos em seu interior (água potável, óleo, azeite, vinagre, molho...).
  • Use a garrafa como vaso para flores naturais (com água) ou artificiais, como candelabro ou agrupadas em um móvel como peça decorativa. Como a tinta não é a base de água é possível colocar flores naturais com água. Mas, se você usar outra tinta que não a esmalte sintético ou tinta óleo, não coloque água no seu interior.
  • Esta técnica pode ser usada com tinta PVA ou acrílica, mas como esta tintas são à base de água não podem ser molhadas. Neste caso, só poderão ser usadas com flores artificiais ou como peças de enfeite que não requeira água. Caso queira "molhar" o vaso use a tinta esmalte sintético a base de óleo que fica mais resistente e com efeito mais brilhante.
  • Se você pretende usar os copos, recipientes, pinceis, panos de limpeza e demais materiais em outro trabalho, providencie sua limpeza antes que a tinta seque totalmente. Água e sabão não resolvem. Limpe o excesso com papel toalha ou jornal e em seguida use solvente. 
  • A pintura com esmalte sintético dispensa proteção de verniz para finalizar o trabalho.
    Minhas garrafas concluídas: 




    Um pouco do antes e depois. Estas 3 garrafinhas eu usei em um dia de tempestade que faltou energia elétrica. O transformador da rua simplesmente estourou. A vantagem da garrafinha como candelabro é que você pode transportar pela casa e como a vela fica presa no gargalo não corre o risco de tombar. A cera que escorre sobre a garrafa dá um charme especial. Melhor se sua garrafinha estiver colorida e bem alegre.


    Se a espessura da vela for menor que a boca da garrafa é só passar fita crepe adesiva na base da vela. 

    BOA SORTE e SUCESSO NOS TRABALHOS!

    Obrigada pela visita!!!

    Um comentário:

    1. Olá Lennon!
      Fico feliz que tenha gostado de meu trabalho. Não se importo que seja compartilhado, só peço que coloque a fonte e os créditos.
      Obrigada.
      http://teresacintra.blogspot.com.br/2015/10/garrafas-recicladas-vi.html

      ResponderExcluir